sábado, 28 de março de 2009

Passeio ciclistico da Umbrella





Hoje foi dia de passeio no Parque Barigui. A Umbrella faz isso duas vezes por ano, e acho que pela primeira vez o dia colaborou, fez um sol lindo! Foram muitas crianças e por coincidência foi também o dia do niver de Curitiba. As crianças soltaram balões com frases de amor e apoio a cidade. Gabriel fez um desenho e "escreveu" o nome dele, ele agora esta aprendendo, uma graça. Diogo escreveu que gostava de muitas coisas aqui da cidade. Demos uma voltinha no parque e depois ficamos por la brincando um pouco. Eles também tiveram a oportunidade de ver um balão de ar bem de pertinho.
Depois do parque fomos na churrascaria Deposito. E um lugar bem legal de ir com a criançada, pois tem um espaço verde bem bonito e uma grama tratada bem gostosa. Fomos la para conhecer os pais de nosso amigo Mark e para dar um beijo na Bianca que fez 5 anos. Rodrigo não estava la pois desde segunda feira esta viajando. Depois, na volta para casa, demos uma paradinha na chocolateria Cuore de Cacau para eu poder tomar um cafezinho. Gabriel ficou dormindo no carro e Diogo me acompanhou para tomar um sorvete de Gianduia com calda de chocolate. Solange logo apareceu para a gente bater um papinho. Logo fomos para casa para esperar o Rod chegar. Eu e Diogo ficamos assistindo episódios back to back do Ben 10 enquanto Gabi repousava no sofá do meu lado. As 5 da tarde papai chegou e Diogo logo quis fazer uma supresinha para ele. Ajudei a preparar um copo de Pepsi bem gelado com um pedaço de bobo de cenoura! Beijos

Gabriel na natacao


Sexta-feira, dia 27 foi dia de natação la na Amaral. Esse foi o dia em que o Gabriel finalmente se soltou na agua. Ele sempre foi muito cauteloso, não mergulhava, ficava só na brincadeirinha fácil e tinha mesmo muito receio de se "soltar". Pois na sexta ele se soltou, deu tanto mergulho, tanto pulo, foi de um lado para o outro, nadou... olha foi uma beleza de ver! Me lembrou muito do Diogo nesta mesma fase, quando eles descobrem que não vão afundar Tao fácil assim. Ele estava muito orgulhoso, toda hora me chamando para mostrar alguma proeza. Eu também fiquei muito orgulhosa e sei que daqui pra frente o aprendizado vai ser bem rapidinho. beijos...

domingo, 22 de março de 2009

Surpresinhas




Desde o fim de semana passado, as criancas tem nos agraciado com surpresinhas depois do jantar e almoco! E muito bonitinho de ver, eles vao ate a cozinha - geralmente um ajuda o outro - e pegam os potes de plastico e colocam "surpresas" para todos nos. Hoje por exemplo foram bolinhas de amendoin (que eles acharam no armario), umas 4 para cada um e um docinho do gosto de cada um tambem. Para o Gabi foi uma balinha, para mim um mini saquinho de confeti, para o Diogo um pirulito de chocolate e para o Rod um saquinho de confeti tb. Eles usam os docinhos que ganham nas festinhas e acabaram criando uma maneira bem divertida de poderem comer sem ter que pedir nossa permissao, afinal de contas, sao sempre surpresas! A sorte e que e sempre pouquinho, nada exagerado. Bjs

Projeto Pais - Coisas do Bau



Quarta feira fui a escola do Diogo para participar do Projeto Pais. E uma iniciativa bem legal, onde os pais, um de cada vez, podem ir na escola mostrar alguma habilidade, ou brincadeira ou buscar um objeto antigo para mostrar para as criancas (o projeto muda dependendo da idade da crianca). Como tinha uma maquina antiga de fotografia do Mario, resolvi leva-la. A intencao foi boa, mas eles nao entenderam nadinha do que eu falei, pois simplesmente eles nao entendem como nao e possivel ver a foto logo depois de tira-la! He, he, he... nao e culpa deles, ne? De qualquer maneira foi divertido, eles me fizeram perguntas, do tipo, qual batom voce gosta, onde voce nasceu, qual minha cor preferida (detalhe, sao as mesmas perguntas todos os anos, hehehe), minha comida preferida, essas coisas... Diogo me ajudou com a apresentacao e ficou um pouco decepcionado com o comportamento um pouco excitado dos amiguinhos, mas depois tb esqueceu. Para os pais e uma delicia pois e a oportunidade de estar, nem que seja por meia horinha, no mundinho deles. Depois conversei com a Prof. Fran e ela foi so elogios para o Diogo. Disse que costuma usa-lo para ajudar os amiguinhos (pois ele sempre acaba a tarefa primeiro). bjs...

domingo, 15 de março de 2009

To estressada!

Gente, hoje e domingo, ne? Pois e, dia de relaxar, curtir o dia com seus filhos, ir ao parque... pois e... mas acontece que estou aqui, suada, nervosa e com vontade de explodir! Acontece que Gabriel esta numa fase super malcriada, não só ele esta malcriado como esta testando os limites a toda! Hoje de manha, na Provence, onde tomamos café da manha, ele provocou que provocou o Diogo. Este acabou ficando nervoso e deu gritos na padaria. Eu fico com as mãos atadas, porque se faço alguma coisa sou criticada e levo olhares fuzilantes e de desaprovação do Rodrigo, afinal, para ele roupa suja se lava em casa! Então agora estou passando estes pepinos para ele. Só que em vez de tomar uma atitude ele começa a rir, a distrair as crianças, puxar uma brincadeira. Quando entramos no carro para ir embora, o carro estava quente, então ligamos o ar e abrimos a janela. Depois de uns 2 minutinhos fechamos todas as janelas... bem... Gabriel começou a gritar com Rodrigo: "ABRE A MINHHHHAAAAAA JANELA..." " JÁ DISSE PARA VOCE ABRIR A MINHHHHAAAAA JAAANNNEEELLLAAAA." Foi gritando assim ate chegarmos em casa. O combinado era que iríamos para o parque, então disse para o Rodrigo que Gabriel não merecia ir, e que eu iria para casa com ele "aplicar o castigo". Acabei comprando uma briga que não era minha, sinceramente... Cheguei em casa e fiquei 1 hora colocando ele de castigo, pois este não ficava onde eu colocava ele. Juro, 1 hora pegando ele e colocando sentado no baú, ele se levantando, eu eu colocando ele sentado... ate que se acalmou e ficou os 3 minutos que deve ficar de castigo... Rodrigo foi para o parque com Diogo...

Ontem, formos a casa de uns amigos para um churrasco (os pais do Gabriel Aires). Combinamos antes de sair de casa que iríamos ao churrasco e que de la iríamos para a festinha do Henrique Almeida, amiguinho do Gabriel. Foi tudo muito bem, ate a hora de todos inventarem que queriam ir para a piscina. Como tínhamos levado sunga, deixamos eles irem para a piscina. Quando deu a hora de ir embora, avisei com 15 min., depois, com 10min., depois com 5 min. de antecedência... quando deu a hora chamei o Diogo e ele disse, "Não , eu não vou, não quero ir.." Chamei de novo, expliquei que iríamos na festinha do amigo, " Não quero!!!" Resolvi então tentar o Gabriel e deixar o Diogo para o Rod, pois de novo, não posso ser dura com eles em publico... Rod fica com muita vergonha, sabe?! Gabriel saiu numa boa (tb era festinha do amigo dele). Fui indo na frente para dentro de casa para colocar a roupa no Gabriel e fiquei vendo o Rod lidar com a situação. Diogo desacatou o Rodrigo na frente de todo mundo, gritou, disse que não ia... Então Rodrigo aparece dentro da casa sem o Diogo dizendo que o Gustavo, pai do Gabriel A., disse que ele podia ficar que não tinha problema, tipo:" Deixa ele ai, a gente cuida dele." Aquilo subiu na minha cabeça e eu disse para o Rodrigo: " Seu filho te desacata na frente de todo mundo, grita com você e ainda vai ganhar de presente uma tarde na casa do amigo?", "Rodrigo, ele faz parte da nossa família, então ele vai junto com a gente!" Diogo veio arrastado da piscina ate a casa do Gustavo e o Rodrigo no fim das contas não deu nenhum tipo de castigo para ele...

Eu não sei... fico pensando... ele diz que sou muito rígida com as crianças, que sou rude, me chama atenção na frente dos meninos, mas que opção que eu tenho, se o próprio pai não toma providencia quando precisa! Fora de casa ele não briga porque tem vergonha das outras pessoas... dentro de casa acho que tem preguiça, sei la! Nos definitivamente não concordamos em certos valores, em certas maneiras de educar. Eu estou sempre comprado as brigas que ele deveria estar tendo com as crianças, e acabo ficando estressada pois não consigo engolir a falta de respeito que eles tem com o pai. O Rodrigo prefere aplicar a distracao para contornar uma malcriacao, eu prefiro enfrentar e aplicar o castigo na hora! Com os meninos crescendo daqui a pouco nao vou ter forca para pega-los e plicar qualquer castigo que seja. Se eles não me abedecerem na fala, vou ficar exausta por ter que pega-los no colo ou qualquer coisa.

O ponto e o seguinte, quando se trata de brigar e castigar não tenho nenhum apoio, Rodrigo nunca se intrometeu a meu favor em uma briga com as crianças, nunca intercedeu, ou me defendeu. Nunca bateu numa mesa:" Dizendo, VOCÊS ESTÃO OUVINDO O QUE A MAMÃE ESTA FALANDO!", ou "VÃO AGORA PEDIR DESCULPAS PARA MAMÃE!". Ou disse, "deixa que essa eu resolvo!" Nada, nada, nada... eu tenho que sempre estar pedindo para ele resolver. E cansativo...

festa a fantasia




A festa foi otima! Eu e Rodrigo eramos o casal que estava melhor fantasiado! Ate porque as outras pessoas nao estavam tao fantasiadas assim... uma pena as pessoas nao entrarem no clima, fica menos divertido. Mas tudo bem, o que importa e que dancamos muito e cantamos muito, ate no palco nos subimos. A banda era nota 10! Ja estamos ate combinado outra festa, so que a fantasia vai ser obrigatoria!!! beijos

sexta-feira, 13 de março de 2009

Festa a Fantasia

Hoje de noite vai ser dia de festa!!! Eba, estou tao animada. Ultimamente nao sei mais o que e cair na gandaia, voltar pra casa de madrugada, se divertir ate nao aguentar mais. To precisando muito sacudir o esqueleto! So espero que a festa esteja a altura de minhas espectativas, hehehe. Vou fantasiada de Amy Winehouse. Aluguei perucona, vou fazer maquiagem, e ja comprei um vestidinho preto bem bonitinho, do jeito que ela usa. O dificil mesmo esta para arrumar tatuagens temporarias. No Rio de Janeiro, as bancas sao cheias dessas tatuagens, mas aqui, nao sei o que acontece, as bancas sao limpinhas, arrumadinhas... Vou de tarde la no centro ver se acho alguma coisa que sirva. Depois vou postar uma foto minha e do rod fantasiados (ainda nao sei do que que ele vai.). Bjs

quinta-feira, 12 de março de 2009

Texto de Artur da Tavola - O Amor

Amor...


Aos que não casaram,

Aos que vão casar,

Aos que acabaram de casar,

Aos que pensam em se separar,

Aos que acabaram de se separar,

Aos que pensam em voltar...


Não existem vários tipos de amor, assim como não existem três tipos

de saudades, quatro de ódio, seis espécies de inveja. O amor é

único, como qualquer sentimento, seja ele destinado a familiares,

ao cônjuge ou a Deus. A diferença é que, como entre marido e mulher

não há laços de sangue, a sedução tem que ser ininterrupta.


Por não haver nenhuma garantia de durabilidade, qualquer alteração

no tom de voz nos fragiliza, e de cobrança em cobrança acabamos por

sepultar uma relação que poderia ser eterna. Casaram. Te amo pra

lá, te amo pra cá. Lindo, mas insustentável. O sucesso de um

casamento exige mais do que declarações românticas. Entre duas

pessoas que resolvem dividir o mesmo teto, tem que haver muito mais

do que amor, e às vezes nem necessita de um amor tão intenso.


É preciso que haja, antes de mais nada, respeito. Agressões zero.

Disposição para ouvir argumentos alheios. Alguma paciência... Amor,

só, não basta. Não pode haver competição. Nem comparações. Tem que

ter jogo de cintura para acatar regras que não foram previamente

combinadas. Tem que haver bom humor para enfrentar imprevistos,

acessos de carência, infantilidades. Tem que saber levar. Amar, só,

é pouco. Tem que haver inteligência. Um cérebro programado para

enfrentar tensões pré-menstruais, rejeições, demissões inesperadas,

contas pra pagar. Tem que ter disciplina para educar filhos, dar

exemplo, não gritar. Não adianta, apenas, amar.


Entre casais que se unem visando à longevidade do matrimônio tem

que haver um pouco de silêncio, amigos de infância, vida

própria, um tempo pra cada um. Tem que haver confiança. Uma certa

camaradagem, às vezes fingir que não viu, fazer de conta que não

escutou. É preciso entender que união não significa,

necessariamente, fusão. E que amar, "solamente", não basta. Entre

homens e mulheres que acham que o amor é só poesia,tem que haver

discernimento, pé no chão, racionalidade.


Tem que saber que o amor pode ser bom, pode durar para sempre, mas

que sozinho não dá conta do recado. O amor é grande, mas não é

dois. É preciso convocar uma turma de sentimentos para amparar esse

amor que carrega o ônus da onipotência. O amor até pode nos bastar,

mas ele próprio não se basta.


Um bom Amor aos que já têm!

Um bom encontro aos que procuram!

E felicidades a todos nós!


TEXTO DE ARTUR DA TÁVOLA

sexta-feira, 6 de março de 2009

Carnaval




Passamos a semana do carnaval em um hotel em Itaipava chamado Les Roches. Ele e uma pousada do "Roteiro do Charme". E bem charmosa, mas o servico, infelizmente nao estava a altura. Fora isso, a semana foi otima, com muita comida, bebida, piscina e brincadeiras com as criancas. Aproveitamos tambem para comemorar o aniversario da Beth. Na verdade era para ser o niver da Beth na quarta feira e o da Odette no fim de semana, mas infelizmente, Odette quebrou o fermur e teve que ficar de repouso no Rio.
Os primos se divertiram muito. A dupla Gabriel e Lucar se dao super bem, brincam que e uma graca. O outro grupo era Joana, Diogo e Clarisse, que tambem brincaram super bem.
Pena eu voltei de la com uma indisposicao que esta durando ja 6 dias. Nao sinto grandes dores, nao vomito nem tenho piriri, mas minha barriga esta lotada de gases! bjs

quinta-feira, 5 de março de 2009

Ai que Calor!

Gente, o verão tão esperado durante todo o ano enfim chegou!!! Já to farta dele! O problema e esse: quando vem, vem para arrasar quarteirões e deixar todo mundo suando em bicas.
Se isso e por causa do tal aquecimento global, então não sei o que será de nos nos anos futuros. As cidades não estão preparadas para o calor (só o Rio mesmo e olhe la!) e nem para o frio intensos. Na escolinha das crianças, por exemplo, foram instalados ares condicionados no ano passado, muito por causa da reivindicação dos pais. Na sala do Gabriel eu acho que nem tem, e segundo ele o ventilador esta quebrado (será que devo averiguar...?) .
O curitibano esta morrendo de calor, estão ate andando de chinelo pelas ruas e shortinhos curtos! Queria ver se a paulistada também aderiu a moda, que cá para nos, não combina em nada com a cidade de pedra. No Rio que e legal de ver o despojamento do pessoal. Andam de biquíni para la e para cá, também rola o chinelao e camiseta para todos os cantos. Eles tem razão, o calor e mesmo de matar. Mas la eles tem praia então ate que combina ficar tão mau vestido (eu sou carioca, ta, então posso falar).
Hoje mesmo, fui ao shopping para comprar uma bermudinha para curtir melhor o calor, mas para a minha surpresa a moda nas lojas já e a de inverno... só vi uns shortinhos na arara das promocoes e nada assim bonitinho que valesse a pena comprar. Resultado, vou ter que ficar andando por ai como quem esta indo ou vindo da academia de ginástica - sabe que eu ate poderia começar a ir ou vir de verdade ne? -
Bem, vou indo agora porque tenho que buscar as crianças na escola. Hoje e dia de pegar na sala de aula então já vi que vai estar caos total... acho que ate vou dar uma passadinha no Mc Donald's com eles, estão merecendo um agradinho. Beijinhos