quarta-feira, 29 de julho de 2009

Ferias estendidas



Como disse na ultima postagem, as aulas que eram para começar de novo no dia 27, foram suspensas ate o próximo dia 3, uma segunda feira. Agora acabei de ler no UOL que talvez as aulas só voltem la pelo dia 10, ou seja, mais uma semana com as crianças dentro de casa... Na segunda feira, a Mee veio com o Lorenzo e a Bianca, para passarem a tarde aqui. Fiz cookie, que eles adoraram! Na terça feira foi nossa vez de visita-los. Tio Mark nos recebeu com jogos, bolo e quesadilha! Uma animação só! Hoje, quarta feira, estou com os irmãos Aires aqui em casa. Gabriel Aires e da sala do Diogo e o irmão dele o Iago esta no inf. 2, um ano atrás do Gabi. Achei que como ele ja esta com 3 anos seria uma boa companhia para o Gabi. A tarde foi super animada com os meninos aqui em casa. No começo brincaram juntos, os 4 de pique e pegua, depois desenharam. Depois se dividiram, os mais velhos ficaram 1 hora jogando Trunfo e os menores ficaram "tentando" jogar tb, depois desistiram e brincaram com os bonecos e os bichos utilizando o melhor da imaginação da faixa etária. Se deram todos super bem, ninguém chorou e nem brigaram. De lanche fiz pão de queijo com suco e agua de coco. Depois comera biscoito de chocolate. No lanche fiz salsicha e quesadilha de presunto e queijo. As 7:30 Ieda veio buscar com o convite de mais brincadeiras amanha. Amanha talvez deixe o Diogo na Ieda e já convidei uns amigos do Gabi para virem passar a tarde. Vamos ver se da certo! Haja improvisação para esses dias nublados e chuvosos sem aula! Eu continuo a mercê, tendo que postergar todos os meus compromissos... Ser mãe não e fácil. bjs

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Gripe Suina ataca outra vez!!!

Gente, pelo amor de Deus, essa gripe suína esta acabando comigo...! Ontem estava feliz da vida, pensando, ufa, as ferias acabaram, agora vou ter meu tempinho de volta!!! Acordei já pensando na minha aulinha de yoga, no meu descanso durante o dia, das coisas que iria fazer, ate que, tocou o telefone. Minha amiga Fernanda desesperada do outro lado, dizendo que não iria levar as crianças para a escola, porque essa gripe esta muito mais seria do que as pessoas falam, que ela tem uma amiga que trabalha no hospital e tem um monte de gente morrendo... ai... me desanimou geral! Liguei para o pediatra das crianças que me tranquilizou, liguei para a minha prima Dede, que tb me tranquilizou, mas não teve jeito, conseguiram me convencer. Como os meninos ainda estão com tosse da gripe que tiveram no Rio, fiquei logo pensando que as professoras iriam olhar para eles com ar de desesperadas, achando que eles estão contaminados. Depois de ver essa imagem na minha cabeça decidi que eles não iriam, que eu iria fazer a minha parte cívica neste processo todo. Não deu nem uma hora e recebo um e-mail da escola dizendo que as aulas estariam suspensas ate a semana que vem. Ate o dia 3!
Foi ai que fiquei triste... mais uma semana de ferias... Não e que não goste de ficar com meus filhos, mas e que já fiquei grudada neles durante 3 semanas inteiras! Curtindo, brincando, fazendo companhia, viajando para la e para cá e bem na hora que vou finalmente ter meu tempinho...bum uma bomba cai la do céu na minha vidinha pacata! Sei que estou fazendo drama, mas e que e muita frustracao... E o tempo em Curitiba não esta ajudando em nada! Esta chovendo e fazendo muito frio. Não posso ir a Shopping, não posso ir ao parque Barigui, não posso fazer nada com eles que já estão cansados das ferias! Ufa... entediante... bjs

domingo, 26 de julho de 2009

Dias na Pousada Vira






Na quinta feira, dia 23, fomos passar 3 dias em uma pousada aqui perto de Curitiba com as crianças. Foi a mesma pousada que eles foram com o Rodrigo quando eu fui passar uma semana em NY. Desde que foram eles não param de pedir para o Rodrigo me levar.
Chegamos na na própria quinta de tardinha e o tempo estava simplesmente horrível. Muita chuva e muito frio. Ficamos na piscina aquecida ate a hora do jantar. No dia seguinte, nem acreditei quando vi o sol entrando pela a janela do quarto. Que alias, estava super frio!!! Foi um dia lindo. Eles andaram a cavalo, de pedalinho, brincaram no pula-pula e fomos para a piscina aquecida do hotel. De noite, antes do jantar, as crianças ficaram um pouco na banheira de hidromassageme e o Rodrigo foi preparar o fogo para a comilança do churrasco de "machinelo", como diz o Gabriel. Foi uma delicia, nos quatro, no quarto da pousada comendo mashmellows todos juntos e fazendo bagunca.
No dia seguinte amanheceu de novo nublado e muito frio... não sei como aguentei. Passearam de novo de cavalo e fomos de novo para a piscina aquecida. Depois do almoço nos mandamos para casa.
Minha única reclamação e que passamos muito frio dentro do quarto. Levamos o nosso aquecedor, mas como o quarto era grande ele não deu vasao. A lareira que tinha era pequena e não tinha forca para aquecer todo ele. So acho que pelo valor da diária, deveria haver um ar condicionado split na parede para aquecer o local. Bem, talvez eu esteja ficando mesmo mau acostumada... sei la... beijos... clau

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Ferias Rio - Ulitmo capitulo

Bem, as ferias no rio estao acabando e gracas a Deus vou voltar para o aconchego da minha casinha. Volto com o coracao nao mao, pois sei que estou deixando minha mae no Rio sozinha com um problemao... Meu avo continua internado, continua resistente as drogas, continua esperando para ser bem atendido. Enquanto isso, minha avo fica em casa, chorando, as vezes se lembra, as vezes se esquece. Pela primeira vez ontem, minha mae chorou comigo no telefone, sinal de que estava realmente exausta. Ela e muito forte, e pau para toda obra, e a primeira a se levantar quando alguem precisa de ajuda. La ela pode contar com alugmas pessoas, a prima Vania, minha tia Zuzu (83) e minha tia Mery (80). Dos meus primos a unica que ajuda e a Carla, porque os outros dois nem aparecem para ver se estao precisando de alguma coisa. Meu tio Cesar, irao da minha mae, e um zero a esquerda... nao ajuda em nada... Sorte dos meus avos que minha mae esta disponivel e tem saude para aguentar o rojao. O problema e que as vezes ate os mais fortes fraquejam. Para ela esta sendo dificil ver meu avo ali, naquela cama, suplicando para ir embora dali.
Tem um texto que recebi uma vez que diz:

NOSSOS VELHOS

Martha Medeiros

Pais heróis e mães heroínas do lar.
Passamos boa parte da nossa existência
cultivando estes estereótipos.
Até que um dia o pai herói começa a passar
o tempo todo sentado, resmunga baixinho
e puxa uns assuntos sem pé nem cabeça.
A heroína do lar começa a ter dificuldade de concluir as frases e dá de implicar com a empregada.
O que papai e mamãe fizeram para caducar de uma
hora para outra?
Fizeram 80 anos.
Nossos pais envelhecem.
Ninguém havia nos preparado pra isso.
Um belo dia eles perdem o garbo, ficam mais vulneráveis
e adquirem umas manias bobas.
Estão cansados de cuidar dos outros e de servir de exemplo: agora chegou a vez deles serem cuidados e mimados por nós, nem que pra isso recorram a uma chantagenzinha emocional.
Têm muita quilometragem rodada e sabem tudo, e o que não sabem eles inventam.
Não fazem mais planos a longo prazo, agora dedicam-se
a pequenas aventuras, como comer escondido tudo
o que o médico proibiu.
Estão com manchas na pele.
Ficam tristes de repente.
Mas não estão caducos: caducos ficam os filhos,
que relutam em aceitar o ciclo da vida.
É complicado aceitar que nossos heróis e heroínas
já não estão no controle da situação.
Estão frágeis e um pouco esquecidos, têm este direito, mas seguimos exigindo deles a energia de uma usina.
Não admitimos suas fraquezas, seu desânimo.
Ficamos irritados se eles se atrapalham com o celular e ainda temos a cara-de-pau de corrigi-los quando usam expressões em desuso:
Calça de brim?
Frege?
Auto de praça?
Em vez de aceitarmos com serenidade o fato de que as pessoas adotam um ritmo mais lento com o passar dos anos, simplesmente ficamos irritados por eles terem traído nossa confiança, a confiança de que seriam indestrutíveis como os super-heróis.
Provocamos discussões inúteis e os enervamos com nossa insistência para que tudo siga como sempre foi.
Essa nossa intolerância só pode ser medo.
Medo de perdê-los, e medo de perdermos a nós mesmos, medo de também deixarmos de ser lúcidos e joviais.
É uma enrascada essa tal de passagem do tempo.
Nos ensinam a tirar proveito de cada etapa da vida, mas é difícil aceitar as etapas dos outros, ainda mais quando os outros são papai e mamãe, nossos alicerces, aqueles para quem sempre podíamos voltar, e que agora estão dando sinais de que um dia irão partir sem nós.


Como tudo nessa vida e aprendizado, vou tentar tirar proveito dessa situacao e aprender um pouco mais sobre a velhice. Afinal, chegar bem ou mal aos nossos 80 anos e uma grande loteria. Podemos nos preparar, preparar a mente e o corpo, mas as doencas estao por ai, soltas. Nossos celebros estao vulneraveis e podem de uma hora para outra ficarem ocos, sem massa, sem pensamentos. Chegar aos 80 com saude plena e uma dadiva e uma bencao de Deus, e com certeza ganhar na grande loteria da vida. Neste aspecto sou muito otimista, vou fazer de tudo para ficar velha e lucida. Quero acompanhar a vida de meus filhos, netos e quem sabe, bisnetos. Com essa confusao toda que meus avos estao passando, so espero ter a forca e a coragem de minha mae quando for minha vez de cuidar dos meus pais. Bjs

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Ferias no Rio - Parte 3

Gente, essas ferias de meio de ano estao se tornando um pesadelo. Fora todo o problema que esta la em Crazi Copa, meus filhos resolveram aparecer com febre! Eu fiquei logo desesperada, pois Rodrigo chegou do Chile dia 3 de julho. Ja comentei alguns dias atras. Bem, e claro que logo pensei que fosse a tal da gripe suina! Na terca feira de noite Diogo estava quente, com 38.5 de febre. Nao apresentava nenhum outro sintoma, a nao ser uma tosse levinha. Passou a noite tomando novalgina e notuss (remedio para gripe). No dia seguinte tb tomou antitermico e ficou de molho na casa da avo, enquanto as outras criancas foram para o shopping. Para nao ficar muito triste ganhou um presentinho da vovo. Durante a noite de quarta ele ate que ficou bem, tossiu bastante, mas nao e o tipo de tosse que me deixa preocupada e louca ao mesmo tempo. Tambem tenho que dizer que estou tao, mas tao cansada, que durmo em qualquer condicao. Bem, hoje quem apareceu com febre foi o Gabriel. Ja acordou com as bochechas vermelhas e vi logo que estava doente. Entrou no mesmo tratamento que o Diogo. Entao a situacao e a seguinte: estamos na casa da vovo tequi e vovo camargo, a joana e o lucas tb estao aqui e nossa pequena familia. Como eramos para estar na casa da Andrea ate hoje e estamos aqui na casa da Tequi, o clima esta super cansativo. Todos eles acordam super cedo, tipo 6 / 6:30 e nao dormem mais de tarde. Temos que fazer programacao para a parte da manha, e para a parte da tarde. A fifi, a super baba da Renata e Luidi esta aqui para nos ajudar e se nao fosse ela a situacao estaria muito pior. Os filhos da Renata e Luigi acordam muito durante a noite, e como os meus estao doentes tenho que acordar para tirar a temperatura, dar remedio, ver se estao bem, essas coisas. Quando a Renata esta aqui e super comum nos encontrarmos durante a madrugada, pois os maridos so fazem dormir. Agora tenho encontrado a Tequi, que nao se desliga.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Ferias no Rio parte 2

No fim de semana ficamos na Barra da Tijuca. No sábado, foi aniversário da Joana e do Lucas - que foi super divertido. No domingo ficamos por aqui com as 4 crianças, pois Renata e Luigi voltaram para São Paulo para trabalhar.
Na segunda feira, estava combinado de ir para Botafogo e ficar la ate a quinta feira, pois Andrea estaria de folga. Na segunda fomos então para Botafogo. Dedeia fez bolo com cobertura de brigadeiro, comprou um monte de guloseimas, deu brinquedos para os meninos e ate comprou o DVD do Madagascar para ele assistirem. Vovó Sonia lanchou com a gente de depois foi para a casa da Bisa Celina. Os meninos ficaram super bem, deram um pequeno chilique para tomar banho, mas foi só. Dormiram la no quarto de televisão assistindo Caminho das Índias (que não assistem nunca, então foi a maior novidade). No dia seguinte, eu e Andrea estávamos saindo para o Jardim Botânico quando mamãe ligou porque estava com problemas la com o Mário e a Celina.
Explico: neste dia estava marcada uma visita com psiquiatras do hospital para avaliar o meu avo. Ele esta com demência (isso e o que nos achamos). Não se comporta normalmente, faz besteiras pela casa, fala sozinho, não quer tomar banho, enfim, esta envelhecendo bem precariamente. Minha mãe já não tem forca mais para lidar com a situação sozinha, como tem feito. Minha avo esta com Alzheimer (acho que e assim quase escreve), então já esta bem distante, ainda lembra de todos nos, mas já não demonstra muitas emocoes e sempre foi uma pessoa muito carinhosa. Ela, fisicamente, ainda esta bem, todos os dias joga domino com a irmã e cunhada, caminha bastante, come, enfim, vive socialmente. Por conta disso tudo, minha mãe marcou uma visita para primeiro, leva-lo para fazer exames de rotina, uma vez que ele não vai ao hospital por nada desse mundo. Como ele fuma 2 maços por dia e esta com muita tosse, estávamos com medo de ele estar com alguma coisa mais seria.
continuando: Estávamos indo para o Jardim Botânico, quando minha mãe ligou. Mário estava sendo rebelde. Não quis ir numa boa para o hospital para ser examinado... então teve que ir de maca, todo amarrado. Saiu de la aos berros, chamando a minha avo - que estava dormindo e acordou com os gritos - os porteiros do prédio... enfim. Quando Andrea chegou la ele estava já saindo de casa. Eu fiquei sem o menor clima para ir para o Jardim Botânico e acabei decidindo deixar as crianças na Barra com a outra avo e voltar para copacabana para ficar com minha família.
Durante todo o dia eu fiquei la com minha avo, acompanhada da Zuzu e da Andrea, depois chegou a tia Mery. Minha mãe ficou no hospital com a Vania. Minha avo, por causa da doença, ate que reagiu bem, não fez escândalo, só chorou um pouco, mas ficou apática... sem emoção... super abatida. No fim do dia minha mãe decidiu pagar uma enfermeira para ficar com meu avo de noite para ela poder dormir e ter energia para o próximo dia - hoje.
Hoje e quarta feira, isso tudo aconteceu ontem. Meu avo tomou 6 injecoes de sossega leão e não sossegou, não dormiu a noite inteira... vamos ver como vai ser o dia de hoje. Minha mãe esta super abalada, porque no final das contas, foi ela quem chamou a equipe e decidiu que esta seria a melhor solução. E claro que nos todos damos todo o apoio que ela precisa, apoiamos sua decisão 100%, mas ela sendo filha e vendo o pai desse jeito acaba se sentindo super culpada. Ontem mesmo, ela já queria desistir a trazer ele de volta. Mas não pode, ele ter que fazer os exames, ver ser esta tudo bem fisicamente e ser analisado mentalmente. Se ele voltar para casa não vão conseguir levar ele de novo.

Ferias no Rio

Cheguei no Rio na sexta feira, dia 10, depois de 4 horas de atraso no aeroporto de Curitiba. O aeroporto de Porto Alegre estava fechado por causa do tempo. Fiquei 4 horas com as crianças em uma sala de embarque cheia de gente com o mesmo problema que o meu... Diogo me ajudou muito na espera. foi paciente, se entreteu, mas o Gabriel me deu um trabalhão. Ate no avião ele chorou, coisa que nunca faz, porque não queria sair da janela para o Diogo ficar um pouquinho...
Chegamos no St. Dummont e fomos pegar o carro, que eu tinha alugado, pois ficar no Rio sem carro, nem pensar! Aluguei o básico, do básico, com único item obrigatório: ar condicionado. Me deram, a principio, um carro gol bem velhinho, com já 50.000 km rodados. Quando fui pegar o carro fiquei conversando com o moço que estava preparando ele para mim, quando de repente, ele disse que eu não iria naquele carro mais, e saiu andando... quando voltou, veio dirigindo um gol novinho, com direcao hidráulica e ar condicionado. Painel todo digital, vidro eletrico e só com 5.000 km rodados. Questionei e claro, porque ele estava trocando e ele me disse que eu tinha sido muito simpática com ele e que com duas crianças eu merecia um carro melhor! Fiquei tão agradecida e sai dela com um carrinho ainda cheirando a novo!
Do aeroporto fui para Crazi Copa (a casa dos meus avós). Minha mãe esta la desde abril cuidando deles. Ficamos por la porque teríamos um jantar na lagoa para comemorar o aniversário da minha sogra. Rodrigo chegou de Porto Alegre as 7 horas da noite e antes de todos chegarem, nos já estávamos no restaurante! Os meninos ficaram com a minha mãe e dormiram por la. Depois do jantar fomos para a casa da Andrea, em Botafogo, para não ter que voltar ate a Barra. Andrea não estava la, pois estava viajando.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Festa Junina





Gabriel dancou com a Fefe. Ela estava toda linda de noiva. Como sempre ele estava muito compenetrado e fez tudo direitinho. Acabou que a turminha dele dancou duas vezes, porque na primeira vez faltou um monte de criancas... depois ficou mais completinho e ninguem ficou sem par!

Diogo nao tinha par, ele era um dos musicos da "banda". Tambem estava todo empolgado, dancando e cantando alto. Ele estava com o violao de brinquedo mas tocou como se fosse de verdade. Beijos, clau

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Gripe Suina

Essa gripe suina chegou para atrapalhar a vida de todo mundo! Com o inverno no Hemisferio Sul, os novos casos estao aumentando numa escala de 40 por dia! No Chile ja sao mais de 6.000 casos e na Argentina a coisa tambem esta bem feia. Aqui no Brasil esta comecando a ficar caotico. Ainda nao chegamos a 1.000 casos, o que e so uma questao de mais alguns dias, e ja estamos sendo afetados em nossas rotinas do dia a dia.
Rodrigo foi no comeco da semana para o Chile. Implorei para que ele nao fosse, mas claro o trabalho e mais importante, entao la foi ele. Sendo descuidado nao se protegeu. Nao usou mascascara e circulou bastante na cidade. Voltou para casa na quinta feira de noite. Nos tinhamos ido a uma festinha de aniversario e ele ficou em casa dormindo e se recuperando da viagem exaustiva. O Chile e aqui do lado, mas nao tem voo direto, entao tem que ir por Sao Paulo e tomar cha de aeroporto! Quando cheguei do aniversario ele estava chapadao na nossa cama dormindo. Como eu estou gripada e com um pouco de sinusite, fui dormir no escritorio (coisa que ele deveria ter feito). No dia seguinte ele levantou e decidiu que seria melhor ir para um hotel, pois estava sentindo um pouco a garganta e com a cabeca pesada... No fim das contas, querendo ou nao, ele teve contato com todos nos. Nao abracou nem beijou, mas dizem que se pega no ar... entao... so rezo para que ele nao tenha pegado esta gripe e que nossos filhos nao estejam contagiados. Acho que ele vai ter que ficar um pouco no hotel, ate ter certeza que nao esta com o virus.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Gabriel

As vezes fica tão difícil entender o que se passa na cabeça de uma criança... Para mim esta semana tem sido muito intensa em relação ao Gabriel. Ele já esta com 4 anos. Na segunda Rodrigo viajou para o Chile e só esta voltando hoje. Ele tem viajado muito este mês... Há dois meses coloquei a Silvia, nossa baby siter, para ficar com os meninos todas terças e quintas de manha, para eu poder dar continuidade aos meus pequenos trabalhos. Estou citando alguns fatos para poder saber analisar isso melhor depois. O fato e que: Gabriel esta impossivelmente malcriado, agressivo e desobediente. Nenhuma forma de castigo funciona com ele. Na hora ate que funciona, mas da 5 minutos ele repete tudo de novo.
Gabriel e uma criança otima quando se trata de comer, fazer as pequenas rotinas diárias, se vestir, dorme super bem e tem otima saúde. Vez ou outra pegas uma das "tites" e tem que tomar um antibiótico aqui outro ali... mas nada serio. Porém, ele e extremamente ciumento e creio que agora esta um tanto inseguro. Ele sempre foi o mais difícil no quesito "educar", ele não respeita muito as regras, os combinados - isso em casa, porque na escola e um santinho - Ele e super provocador e nao se contenta em simplesmente ter que obedecer. Quando e para por de castigo fico exausta porque ele sai, chora alto, grita, tenta me bater, fica me chamando de boba, levanta varias vezes... Os vizinhos devem achar que maltratamos ele! Mas não e, e que ele e super escandaloso quando quer. Esta semana e a passada, ele tem estado assim, simplesmente: IMPOSSÍVEL.